Stai parlando con me?!


Beautiful Boy

Como não escrevi um texto comemorando esta data, vou "repostar" os textos que escrevi em anos anteriores. Acho muito interessante observar as diferenças entre os dois textos.

O segundo texto, em termos de produção e conteúdo, é muito melhor. Agora, me responda, essa melhora ocorreria, unica e exclusivamente, em função das evoluções na forma e na organização de idéias, ou a maturidade do autor influencia diretamente no resultado final de ambos os textos? 

Beautiful Boy

2003

2008

Há cinco anos, a esta hora, eu estava cansada, irritada, com dor e pronta pra mandar qualquer um para a PQP (principalmente minha médica!), eu já estava ali há quatro horas. Minha mãe estava ao meu lado (como ela esteve durante aqueles últimos  meses e tem estado desde então!) e duas horas depois nasceu a pessoa que me deu um motivo pra crescer e pra lutar, a pessoa mais importante da minha vida... meu filho!
Hoje é seu aniversário e eu lhe desejo tudo, saúde, amor, alegria, paz, amigos... desejo que ele se torne um homem inteligente, honesto, gentil, carinhoso, apaixonado, bonito, feliz , realizado... Desejo tudo o que uma pessoa pode ter de bom e que ele possa aprender com todas as experiências ruins que tiver (porque todos temos que passar por elas!).
Ainda não posso dar presentes, brinquedos, mas posso dar todo o amor que existe em mim e darei sempre, posso dar a minha amizade, o meu colo e a minha compreensão.
Espero que ele possa me perdoar por não ter muita paciência e por não lhe dar o irmão que tanto quer (até daria se eu tivesse um marido, emprego e dinheiro!) mas, principalmente, por não ser uma mãe lá muito presente...
Este é o dia mais importante da minha vida... lembrarei pra sempre daquela coisinha estranha que parecia maravilhosa e que só parou de chorar quando ouviu minha voz e se aconchegou em meu rosto, tentando se agarrar a única coisa que conhecia e lhe dava comforto...
Ah! Como eu amo esse moleque...

Tentei outras vezes. Tentei escrever sobre aquele que transforma meu amor em energia e determinação. Tentei outras vezes, mas sempre sem sucesso. Quem leu disse que se emocionou, mas eu sei que minhas tentativas foram em vão. E continuarão sendo! Serão, porque nem sempre é possível pôr em palavras. Nem sempre é possível explicar com frases coerentes ou estruturas poéticas. A emoção da escrita não chega nem perto do sentimento de fato.

De fato, é uma reviravolta. Um “feijão” que gera uma mudança completa no ponto de vista, um “pacotinho” que transforma o modo de viver a vida. A vida passa a ter mais importância. E não é a minha vida, é a dele. Minha vida só é importante, porque a vida dele é valiosa. E sou eu quem deve cuidar desta preciosidade até que ele seja capaz de fazer por si só. É minha missão.

É uma missão complicada, mais complicada do que explicar isso tudo com palavras. Complica porque a insegurança surge. É muita responsabilidade. “Estou lapidando de forma adequada minha jóia rara?” Aí complica! Complica porque tenho medo de estar errando. Mas a insegurança dá tréguas. Dá trégua sempre que um sorriso ataca. Ou uma gargalhada estrondosa. Um abraço apertado e um beijo babado. Uma frase inusitada. Um pulo seguido do outro. Uma correria danada. Um “te amo” sonolento antes de dormir.

Soa clichê. Mas soa clichê porque não é possível pôr em palavras. Tentar explicar é tentar rotular, e não existem rótulos para tamanho sentimento. Ele é o meu impulso, é o meu guia, é a minha luz, é a minha alegria. É o meu orgulho. Minha motivação. Minha necessidade. Minha razão. Soa clichê, mas não é possível explicar. Terá que viver, e se não viver, não saberá.

Hoje ele faz 10 anos. Uma década. O tempo passa, minha sementinha cresce. Uma espinha aparece. Meninas estão ficando mais interessantes. Está se tornando um homem. Se eu estiver errando pouco, será um homem de princípios, respeitador, determinado. É a complicada missão: ajudar o pequeno a tornar-se grande.  

 

Uma pergunta pra ser respondida em breve: como será o meu texto comemorando os 15 anos do rapaz?! rs...

By the way, Feliz aniversário Gui!!! Nunca haverão palavras suficientes pra expressar o quanto te amo!!



Escrito por Rê às 11h23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]






  Este blog é velho... muito velho... quase tão velho quanto eu! Já foi diário, já foi vitrine, já foi livro, foi uma tentativa de aula de inglês... agora, terá nova função: diário de viagem. Será?! Veremos...



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Livros, Cinema e vídeo, Fotografia
Histórico
    Outros sites
      Romances Urbanos
      Purrinhola
      Caminhando
      Revisitando Idéias
      O Ladrão de Palavras
      Infâmias
      Sou Pára-raio de Doido